Agenda de shows

09/03/2024

Rio de Janeiro / RJ

Qualistage

23/03/2024

Belém / PA

Assembleia Paraense

27/04/2024

São Paulo / SP

Tokio Marine Hall

04/05/2024

Paris / França

Alhambra Paris

05/05/2024

Milão / Itália

Arizona 2000

07/05/2024

Zurique / Suiça

Solar Sessions

Kaufleuten

08/05/2024

Genebra / Suiça

Uptown Geneva

09/05/2024

Lisboa / Portugal

Meo Arena

10/05/2024

Figueira da Foz / Portugal

Casino Figueira

01/06/2024

Altinópolis / SP

32º Festival da Lua Cheia

Hotel Fazenda Vale das Grutas

Vídeos

Imagem do poster do vídeo
Imagem do poster do vídeo
Imagem do poster do vídeo
Imagem do poster do vídeo
Imagem do poster do vídeo

Discografia

  • Capa do álbum

Ouça agora

  • Spotify
  • Apple Music
  • Tidal
  • YouTube
  • Deezer
Carregando...

Vanessa da Mata

Em 10 de fevereiro de 1976 nasce Vanessa da Mata, na cidade de Alto Garças, em Mato Grosso.

Em 1990, Vanessa muda-se para Uberlândia com o intuito de se preparar melhor para o vestibular de Medicina, ao mesmo tempo que decide se dedicar, também, à música. Um ano depois, faz sua estreia nos bares da cidade mineira cantando um repertório variado entre MPB e reggae.

Em 1993, muda-se para São Paulo. Em 1995, já na capital paulista, entra para Shalla-Ball, uma banda de reggae formada só por mulheres. Depois para jamaicana Black Uhuru e, em seguida, para o grupo de ritmos brasileiros Mafuá. Simultaneamente, Vanessa divide seu tempo modelando e jogando basquete.

O ano de 1997 foi um divisor de águas na vida de Vanessa. Ela conhece o cantor e compositor Chico César, com quem passa a compor.

Em 1999, a faixa "A Força Que Nunca Seca", composta por Vanessa e melodia de Chico César, é gravada por Maria Bethânia e dá nome ao álbum da cantora, que é indicado ao Grammy Latino, no ano seguinte. Aos 21 anos, Vanessa concorre Grammy Latino como melhor música, tendo uma letra como nome do disco.

Bethânia e Caetano Veloso gravam, em 2001, outra música de autoria de Vanessa. Desta vez, ela registra “O Canto de Dona Sinhá”, do álbum “Maricotinha”. E, aos 22 anos, foi convidada para cantar com a cantora baiana e Caetano no DVD "Noite Luzidia", em homenagem aos 35 anos de carreira de Bethânia.

O início efetivo da carreira solo de Vanessa da Mata aconteceu em 2002. Após destacadas participações em shows de Milton Nascimento, Maria Bethânia e de Baden Powell, ela lança seu primeiro álbum de estúdio, “Vanessa da Mata”, com produção de Liminha, Jaques Morelenbaum, Luiz Brasil, Dadi e do sempre presente Kassin. Os destaques ficam por conta de “Nossa Canção”, trilha sonora da novela “Celebridade”, “Não Me Deixe Só”, que estoura nas pistas com o remix de Ramilson Maia, e “Onde Ir”, da novela “Esperança”. Depois do grande sucesso com seu primeiro disco, Vanessa lança em 2004 outro trabalho que recebe ótimas críticas e faz crescer ainda mais sua legião de seguidores. “Essa Boneca Tem Manual”, produzido por Liminha, traz o mega hit "Ai ai ai...". Outros sucessos são ''Ainda Bem'' e "Não Chore Homem". Destaque também para as regravações de “Eu sou Neguinha” (Caetano Veloso), que entra na novela “A Lua me disse”, e "História de uma gata" (Chico Buarque).

Em 2006, “Ai ai ai...” torna-se a música nacional mais executada nas rádios. A ótima vendagem de “Essa Boneca Tem Manual” rende um Disco de Platina à cantora. Conquista o Prêmio Multishow de Melhor Música com "Ai, Ai, Ai".

O terceiro álbum de Vanessa da Mata chega ao mercado em 2007: “Sim”. Produzido por Kassin e Mario Caldato, o CD teve cinco faixas gravadas na Jamaica com a participação dos ícones locais Sly & Robbie.

A grande parceria foi o astro americano Ben Harper, com quem Vanessa divide os vocais na canção “Boa Sorte/Good Luck”, sucesso absoluto nas rádios, sendo a mais tocada do ano no Brasil e Portugal, e umas das mais tocadas na Europa.

Em 2008, a música “Amado”, do disco “Sim”, é tema principal da novela “A Favorita”, da Rede Globo.

Vanessa ganha o Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro, com "Sim", além da indicação para Melhor Canção Brasileira com "Acode". Conquista o Prêmio Multishow de Melhor Música com "Boa Sorte/Good Luck".

Em 2009, a cantora lança o CD/DVD "Multishow ao Vivo Vanessa da Mata", registrado na bucólica cidade histórica de Paraty (RJ), em comemoração aos seus seis anos de sucesso. Para promover o trabalho, a canção "Vermelho" é lançada nas rádios. Conquista o Prêmio Multishow de Melhor Música com "Amado".

Três anos após o lançamento de um álbum com músicas inéditas, chega às lojas "Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias", com a produção assinada por Kassin. Das 12 faixas inéditas, uma é fruto de uma parceria com Lokua Kanza, "Vá", e outra com Gilberto Gil, "Quando Amanhecer". 

Em 2011, Vanessa da Mata compõe "Boa Reza” e grava, em parceria com Seu Jorge e o grupo Almaz, a música para o mais recente álbum da organização Red Hot, o “Red Hot+Rio 2”. "Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias" é indicado ao Grammy Latino, na categoria Melhor Álbum de Pop Contemporâneo Brasileiro.

Em fevereiro de 2013, foi confirmada a participação de Vanessa da Mata no projeto “Viva Tom Jobim”. Foi convidada para estrelar uma série de seis shows gratuitos em seis capitais brasileiras (150 mil pessoas em São Paulo, lotando todos os metrôs, no Rio Janeiro 120 mil expectadores), com direção e curadoria de Monique Gardenberg e produção musical de Kassin. Em julho, “Vanessa da Mata canta Tom Jobim” se torna o quinto álbum de estúdio da cantora.

“Segue o Som” é o sexto álbum de estúdio, lançado em 25 de março de 2014 pela Sony Music. Com produção assinada pela dupla Kassin e Liminha, "Segue o Som" traz 14 faixas no repertório, incluindo a regravação de "Sunshine On My Shoulders", de John Denver.

Em 2017 chega “Caixinha de Música (Ao Vivo), o segundo álbum ao vivo da cantora, lançado em 29 de setembro de 2017 pela Sony Music e DVD gravado na Casa Natura Musical, em São Paulo.

Em 2019, Vanessa da Mata se aventurou pela primeira vez como produtora musical em “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina", sétimo álbum de estúdio, o mais autoral de todos e um dos mais aclamados discos da carreira. O primeiro single lançado, a ensolarada "Só Você e Eu", já dava o tom do que o disco seria por inteiro: um apanhado de histórias sobre a vida e o amor.

O repertório segue com “Tenha Dó de Mim” (part. Baco Exú do Blues e guitarra de Davi Moraes), “Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina”, “Ajoelha e Reza”, “Nossa Geração”, “Demais pra Mim”, “Debaixo da Saia Dela”, “Vá com Deus”, “Dance um Reggae Comigo”, “O Mundo para Felipe” e “Hoje Eu Sei”.

Para celebrar o sucesso, Vanessa lança o projeto “Nossos Beijos Ao Vivo No Circo Voador”, gravado na Lapa, no Rio de Janeiro, em 17 de janeiro de 2020.

Durante a pandemia a cantora realizou lives solidárias com a intenção de se aproximar do público e de angariar fundos para projetos sociais, além da live em homenagem a Clara Nunes que os ingressos foram revertidos para a equipe da cantora. Em setembro de 2020, Vanessa da Mata e Seu Jorge fizeram uma live no YouTube do Teatro Bradesco. Em 1° de outubro de 2021, a artista recebeu da ONErpm a placa de Disco de Platina por Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina (2019), sexto álbum de estúdio e um dos mais aclamados pelo público e crítica especializada. No fim do mesmo mês, Vanessa da Mata e Marcelo Falcão lançaram “Nação de Passarinhos”, música que trazia a ansiedade pela liberdade e recomeço. A parceria ganhou um clipe com imagens dos artistas em estúdio.

Em janeiro de 2022, Ivete Sangalo e Vanessa da Mata se juntaram em "Tudo Bateu", canção que faz parte do projeto Onda Boa, da HBO Max. Dois meses depois, a Amazon Music e a UBC – União Brasileira de Compositores - lançaram o documentário “Cantautoras: O canto autoral da mulher brasileira”, projeto com apresentação e narração de Vanessa da Mata, que também participa como entrevistada.

Conciliando a agenda de shows por todo o Brasil, a cantora lançou o clipe de “Hoje Eu Sei”, uma das faixas mais emocionantes do disco Quando Deixamos Nossos Beijos na Esquina, composta pelo cantor, compositor e músico sueco Jonas Myrin.

Vanessa encerrou 2022 com o primeiro single de seu próximo álbum. A primeira música de seu novo projeto, “Vem Doce”, foi escrita e delineada a partir de uma base instrumental do produtor Papatinho, sendo essa a primeira parceria dos dois. “Foice”, segundo single do projeto, chegou às plataformas de música em janeiro de 2023, deixando ainda maior a antecipação pelo o álbum. Inteiramente composta e produzida por Vanessa, a faixa também conta com Jaques Morelenbaum no violoncelo. “Vem Doce” traz 13 faixas inéditas, incluindo uma regravação de Belchior, e foi lançado dia oito de março, dia internacional da mulher. O sétimo álbum de inéditas inclui parcerias com João Gomes, Marcelo Camelo, L7NNON, Ana Carolina e une diferentes gêneros da música brasileira. Vanessa atua como compositora, arranjadora, produtora e intérprete em “Vem Doce”. Forró, MPB, R&B e Pop são exemplos de sonoridades que a cantora explora em “Vem Doce”, mas sempre com a personalidade que as composições de Vanessa carregam consigo.

A versão Deluxe do álbum trouxe a faixa “Se Eva Soubesse” como bônus e chegou às plataformas de música no dia 05 de maio, data de estreia da turnê “Vem Doce”. Atualmente, Vanessa viaja o Brasil com seu novo show e segue anunciando novas datas e cidades. Em setembro de 2023, “Vem Doce” é indicado ao Latin GRAMMY na categoria Melhor álbum de música popular brasileira.

Álbuns de estúdio

Vanessa da Mata | Lançamento: Agosto de 2002 | Certificações: Ouro Essa Boneca Tem Manual | Lançamento: Fevereiro de 2004 | Certificações: Platina e Ouro Sim | Lançamento: Maio de 2007 | Certificações: Platina e Ouro Bicicletas, Bolos e Outras Alegrias | Lançamento: Outubro de 2010 | Certificações: Platina e Ouro Vanessa da Mata canta Tom Jobim | Lançamento: Julho de 2013 | Certificações: Platina Segue o Som | Lançamento: Março de 2014 | Certificações: Ouro Quando Deixamos Nossos Beijos Na Esquina | Lançamento: Maio de 2019 Vem Doce | Lançamento: 08 de março de 2023

Álbuns ao vivo

Multishow ao Vivo | Lançamento: Abril de 2009 | Certificações: Ouro Caixinha de Música (Ao Vivo) | Lançamento: setembro de 2017

Veda Agência Web